Notícias

  • http://gerencieme.sejamaior.com.br/Content/galeria/Biosolvit-Novo/9d315d54/2e1b5a_img_intNot.jpg
  • http://gerencieme.sejamaior.com.br/Content/galeria/Biosolvit-Novo/9d315d54/42f366_img_not-04.jpg
  • http://gerencieme.sejamaior.com.br/Content/galeria/Biosolvit-Novo/9d315d54/d16beb_img_xaxim.png

Painel vertical de Xaxim de Palmeira

Painel vertical não é pra tirar o sono de ninguém, não: em menos de duas horas você monta um jardim de 1 metro quadrado assim, pápum, sem nem precisar de ajudante. Claaaro que se tiver uma mãozinha ninguém vai reclamar, especialmente na hora de posicionar os vasos, mas que é fácil, ah, isso é. Há três truques pro jardim vertical ser um sucesso.

O primeiro é escolher plantas pendentes, que tampem os vasos, deixando só um ponto ou outro pras eretas muito espalhafatosas como essa bromélia maravilhosa aí da foto, verdinha que veio da @chacaratropical. Ao lado dela tem um filodendro pendente, que esconde melhor o vaso, então, essa é a bossa que a gente busca, uns escondem daqui, outros destacam dali.

Outro truque é caprichar no substrato, especialmente dos vasos que ficarão na parte de cima, aqueles que recebem mais luz e que dão mais trabalho pra molhar. Em todos os episódios do #maiscorporfavornognt, usei substrato pra mudas da Forth Jardim, que já vem adubado e é bem soltinho. Aqui, incluí vermiculita nos vasos superiores, um mineral que estufa na presença de água e deixa a planta regada por mais tempo. Vermiculita a gente encontra em casa agrícola, de sacas enormes, ou em garden center, de caixinha micro, não tem meio termo, mas é útil pra toda planta que se queira manter úmida por mais tempo (alô, quem tem jardineira ou canteiro onde venta muito?).

O terceiro truque do jardim vertical é escolher vasos em forma de meia-lua, próprios pra usar na parede: eles podem ficar mais próximos uns dos outros, dando o efeito de parede fechada que a gente busca. Estes aqui são da Biosolvit, feitos com @xaximdepalmeira, uma fibra que sobra da indústria do palmito e, ao contrário do coco, não tem tanino na composição, daí ser tão bem recebida pelas raízes das plantas (a fibra de coco só perde o tanino depois de fervida, mas aí a durabilidade dela vai pro beleléu...). Tem o passo a passo dessa parede verde lá no site do GNT, pra você ter a certeza de que realmente é fácil de fazer.