Blog

/

Girassol: Como plantar e cultivar uma das flores mais bonitas do mundo

Paixão do pintor holandês, Vincent Van Gogh, os girassóis costumam ocupar os primeiros lugares na lista de flores preferidas pela maioria das pessoas. A Helianthus annuus, ou flor do sol, recebe esse nome tanto pela sua similaridade visual com um sol quanto pela sua capacidade de seguir o sol durante o passar do dia.

Mas engana-se quem pensa que o girassol é só “um rostinho bonito”. Além da beleza exuberante, a flor, originária dos estados unidos já era muito utilizada pelos índios do oeste norte americano há mais de dois mil anos e aproveitavam cada pedacinho dele.

Suas sementes secas e moídas eram utilizadas para produzir farinha, suas flores se transformavam em alimento. Os índios descobriram também como extrair corantes de cores variadas de suas sementes. As partes fibrosas das folhas e caules eram matéria prima para a produção de tecidos e cestas.

E claro, também eram utilizadas pelos curandeiros, como creme para tratar cortes, feridas e até mesmo picadas de animais.

Hoje o girassol ainda é muito produzido pela agricultura. Suas sementes são extremamente nutritivas e podem ser encontradas como petiscos, in natura para fortificar pães e massas e na forma de farinha. Elas são ricas em vitaminas do complexo B, D, E e em minerais como cálcio, ferro, fosforo, potássio e magnésio, além de ômega 6 e proteínas.  

Das suas sementes ainda, pode ser extraído o óleo de girassol, que não possui colesterol e é muito indicado dentro da culinária como um óleo saudável.

Conhecendo o girassol

O girassol é um arbusto, de textura herbácea e anual, ou seja, nasce, cresce, se desenvolve, dá flores e sementes e morre dentro do período de um ano. Por conta desse período de tempo de vida bem reduzido não é tão comum vê-los plantados em casas e quintais, mas em arranjos e como flores de corte. Mas ele é uma planta fácil de cuidar e pode ser plantado dentro de casa tanto em vasos quanto direto na terra.

Para o cultivo dentro de casa os mais indicados são os girassóis anões, o menor tipo da planta. Para planta-lo em vasos, é ideal que eles tenham entre 30 e 40 cm de largura ou diâmetro. Os maiores podem atingir até 4 metros de altura e devem ser plantados diretamente no solo, onde podem dispor de mais espaço para criar suas raízes.

Além da variedade de tamanhos, o girassol pode ser encontrado também em diferentes cores que vão do vermelho, passam pelo laranja e chegam ao amarelo.

Como seu nome mesmo já diz, o girassol deve ser cultivado em pleno sol, e ele adora. Mas é preciso ter cuidado com relação ao seu tamanho: quanto menor sua planta, menos tempo de exposição ao sol ela precisa. 

Como plantar seu girassol

1° passo: Adquira as sementes da variedade de girassol que você preferir. Lembre-se de verificar a altura que a planta irá atingir para escolher o melhor local para ela. As variedades anãs ficam com menos de 30 cm, já as gigantes podem chegar ao 4,5 m de altura.

2° passo: Se for plantar seu girassol em um vaso, coloque pedras, cascalho ou fibras de palmeira ao fundo para facilitar a drenagem e preencha o restante com um bom substrato (link e-commerce substrato). Caso decida por planta-la no solo, escolha um local bem drenado e com bastante composto orgânico.

3° passo: Cada semente deve ser colocada a cerca e 2,5cm de profundidade no solo. Caso vá plantar mais de uma, dê um espaço de 10 a 12,5 cm de distância entre elas e das bordas do vaso. Tampe as sementes e regue.

Dica: Procure plantar seus girassóis direto onde eles crescerão, eles não gostam nadinha de serem replantados.

Cuidando do seu girassol

Apesar de ser uma planta bem resistente, o girassol também precisa de alguns cuidados e atenção para crescer rápido e sem problemas.

- Iluminação

Como falamos acima, o girassol é uma planta que precisa de exposição diária ao sol. Mesmo as pequenas necessitam de pelo menos 4h em luz solar direta. Em apartamentos sem varandas, os parapeitos ou lugares onde o sol bata com intensidade são as melhores escolhas para deixar sua flor.

- Irrigação

O girassol é uma planta que precisa de mais água do que o comum, principalmente durante o seu crescimento. Regue-a sempre em no máximo de dois em dois dias. Mas lembre-se, gostar de água não quer dizer que ela queira morrer afogada, o bom e velho teste do dedo para verificar a umidade do solo é sempre bem-vindo. Caso a terra já esteja bem úmida, deixe a rega para amanhã. Plantas já desenvolvidas podem receber irrigação em menor frequência.

- Pragas

Os girassóis são verdadeiros chamarizes de abelhas e pássaros. Caso eles estejam atacando suas sementes, você pode protegê-las com uma tela para dificultar que eles as retirem. No inicio do plantio procure retirar outras plantas e ervas daninhas que surjam ao lado deles, para evitar que concorram com os nutrientes do solo.

- Temperatura

Ótimo para o clima brasileiro, o girassol tolera temperaturas elevadas e cresce bem entre os 18°c e 33°c. Procure evitar baixas temperaturas durante o ciclo de cultivo. Ventos fortes e tempestades pode danificar suas flores.

- Crescimento

Os girassóis gigantes, de maiores tamanhos, ao crescerem, podem acabar ficando pesados demais para seus próprios caules, principalmente se mantidos em terras com poucos nutrientes. Caso isso aconteça utilize uma estaca de madeira, cano ou graveto para ajudar na sustentação da sua planta.

Lindas, fáceis de cuidar e ainda por cima nutritivas, os girassóis são ótimas plantas para ter dentro de casa. E ainda dão aquele toque todo especial na decoração, não é?

Saiba também como cultivar orquídeas (link)