• Home
  • blog / Você está preparado para lidar com acidentes ambientais em sua empresa?

Você está preparado para lidar com acidentes ambientais em sua empresa?

http://gerencieme.sejamaior.com.br/Content/imgNoticias/Biosolvit-Novo/2c5a6c_Acidentesambietais.jpg

Você está preparado para lidar com acidentes ambientais em sua empresa?

Contaminação do solo, mares e rios, poluição do ar, prejuízos a fauna e flora, danos irreparáveis a ecossistemas, prejuízo a saúde humana, essas são algumas das consequências que acidentes ambientais podem trazer.

Todas as empresas estão sujeitas a passar por situações inesperadas, que podem causar, direta ou indiretamente danos ao meio ambiente. Embora existam ocasiões realmente imprevisíveis, a maior parte desses acidentes podem ser evitados ou mesmo previstos.

São exemplos de acidentes ambientais, entre outros, rompimento de barragens, como o caso famoso que aconteceu em Mariana, MG, vazamentos de agrotóxicos, derramamento de óleo e acidentes radioativos.

O trabalho de gestão ambiental é imprescindível para prevenir esse tipo de situação, e mais, caso aconteça, garantir que tudo estará preparado para conter as possíveis implicações no menor tempo possível.

Embora sejam os maiores e mais importantes, os prejuízos ambientais não são os únicos em situações como essas. Além dos dias de trabalho parados, desperdício de materiais e gastos com a resolução, nossa legislação prevê multas e sanções, cobradas pelo Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis, o Ibama (link: https://www.ibama.gov.br/).

Sua empresa está preparada para lidar com esse tipo situação de maneira correta? Confira agora o que pode ser feito antes mesmo que qualquer incidente aconteça.

 Prevenção de riscos

A gestão ambiental procura estudar todos os processos da empresa e, apontar investimentos inteligentes e responsáveis que devem ser feitos tanto para a prevenção, quanto para a atenuação de efeitos sentidos pelo meio ambiente.

Dentro do plano de gestão ambiental, que falamos no post: 5 motivos para dar atenção a gestão ambiental da sua empresa, existe uma parte voltada exclusivamente para o conhecimento de riscos. Ela é feita logo no início da implantação do plano e deve ser revisada anualmente, ou sempre que houver alguma mudança nos processos de produção da empresa.

Dentro da gestão de conhecimento de riscos, existem o Programa de Gerenciamento de Riscos (PGR), voltado para prevenção de falhas, e o Plano de Ação de Emergência (PAE), voltado para o controle de emergências.

Enquanto o PGR enumera onde estão as possibilidades de acidentes acontecerem e o que deve ser feito para evitá-los, o PAE é um plano que contém todas as definições de responsabilidades e ações que devem ser tomadas para neutralizar ou minimizar as consequências de acidentes, protegendo a vida humana, a fauna e a flora, e atuando para descontaminar e recuperar o meio ambiente.

O PAE

Como falamos acima, a finalidade do PAE é fornecer um conjunto de orientações, dados e informações que levem a adoção de procedimentos lógicos, técnicos e administrativos, pensados previamente para desencadearem uma resposta rápida em situações de emergência, para minimizar impactos à população e ao meio ambiente.

O documento deve definir de forma clara as atribuições e responsabilidades de todos os envolvidos, fornecendo os recursos necessários para atender as demandas do acidente, além de procedimentos de acionamento aos órgãos competentes e rotinas de combate para as emergências, de acordo com o tipo da mesma.

Casos como incêndios, derramamento de óleo, vazamento de reagente e produtos tóxicos, entre outros, exigem respostas ágeis e rápidas, não apenas para conter o acidente em si, mas também para eliminar eventuais resíduos resultantes dele, diminuindo os impactos ambientais.

Para isso, uma das responsabilidades mais importantes do PAE, é prever e promover treinamentos que possibilitem funcionários e responsáveis estarem preparados para agir de forma assertiva sempre que necessário.

Prever acidentes possíveis de acontecer possibilitam também a compra prévia, e geralmente em melhor preço, de materiais que são necessários em caso de emergência, como absorvedores e barras de contenção para vazamentos de óleo.

Como controlar um acidente

Seguem abaixo algumas atitudes que devem ser tomadas caso aconteça algum acidente de porte ambiental em sua empresa:

1) Identificar o problema e avaliar a dimensão do acidente

2) É hora de pensar em ações para controlar a situação:

- Ações de combate a emergência e medidas para minimizas as consequências e impactos, como combate a incêndios e controle de vazamentos

- Isolamento do local

- Paralisação das atividades

- Evacuação e resgate de pessoas

- Reparos de emergênciacom material previamente previsto e estocado

3) Pensar em ações pós emergenciais para restabelecer as condições normais das áreas afetadas pelo acidente.

4) Posicione-se à imprensa explicando o que ocorreu, mostrando que a empresa está preparada para lidar com a situação e como está resolvendo a questão. Esse ponto é de suma importância para que a imagem da empresa não sofra ainda mais.

A máxima “prevenir é melhor do que remediar” deve estar sempre em mente, principalmente quando falamos de acidentes que podem envolver riscos a pessoas e ao meio ambiente. Ter um bom plano de ação, produtos estocados que possibilitem uma ação rápida, discriminação de tarefas e responsáveis por elas é fundamental para passar por uma situação inesperada da melhor forma possível.