• Home
  • blog / Biosolvit vence competição de startups promovida no Atlantic Connection 2018

Biosolvit vence competição de startups promovida no Atlantic Connection 2018

http://gerencieme.sejamaior.com.br/Content/imgNoticias/Biosolvit-Novo/c340c3_atllantic_connect.JPG

Biosolvit vence competição de startups promovida no Atlantic Connection 2018

A Biosolvit participou no dia 04 de agosto do Atlantic Connection 2018. Realizado pela empresa Atlantic Hub, o evento aconteceu na sede da Invest SP, e teve como objetivo aproximar o ecossistema brasileiro do português, conectando os principais players de ambos os países e promovendo negócios e networking entre startups, empresas, investidores e aceleradoras dos dois mercados.

Ao final do evento aconteceu a2ª edição do Startup Awards, na qual a Biosolvit conquistou o primeiro lugar. A competição premiou a empresa mais inovadora com um passaporte para o Web Summit Lisboa, um dos maiores eventos sobre inovação e tecnologia do planeta, que acontecerá em novembro deste ano.

Ao total foram 130 empresas inscritas que participaram de 10 pitches de 4 minutos, realizados para uma banca de jurados composta por investidores e alguns dos maiores especialistas do mercado de startups do Brasil.

 

Conheça a Biosolvit

No mercado desde 2014, a Biosolvit tem sua sede na cidade de Barra Mansa/RJ e possui uma planta industrial em Porto Belo/SC. Especializada em biotecnologia, desenvolve soluções ecológicas e sustentáveis para problemas ambientais a partir de fontes renováveis.

Suas pesquisas são direcionadas para o aproveitamento de resíduos orgânicos e industriais descartados por diversas empresas brasileiras, promovendo uma convivência mais harmoniosa entre o ser humano e o meio ambiente.  

A Biosolvit conta hoje com duas linhas de produtos, Bioblue e Biogreen. A primeira desenvolve produtos para contenção e absorção de petróleo, em acidentes com derramamento de qualquer derivado da substância, seja na terra ou no mar. Já a segunda criou o Xaxim de Palmeira, substituto para o tradicional xaxim, que levou sua planta de origem, a samambaiaçu, a iminência de extinção e teve sua comercialização proibida no Brasil.